terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Transição 2008/2009


Amigos do Trilhas...

Estamos entrando em recesso de fim de ano.
Nos dias 24/27 e 31/3.1 reprisaremos duas das melhores edições.

Janeiro será último mês desta primeira temporada do Trilhas do Cinema.
Por isso preparamos uma programação especial. Serão quatro programas com convidados especiais (alguns dos quais já participaram de outras edições ao longo do semestre).

07.1.09 - Documentário brasileiro contemporâneo - Prof. Guilherme Rosa (UFPel).
14.1.09 - Festival de Brasília do Cinema brasileiro - Prof. Andrea Schonhofen (UFPel).
21.1.09 - Western Spaghetti (Faroeste italiano): Sérgio Leone e outros - Juliano Lima (UCPel).
28.1.09 - Imagens de Arquivo - Prof. Michael Kerr (UCPel).

Em breve postaremos aqui as edições de Janeiro.
As edições de 2008 já estão disponíveis na barra ao lado direito do blog.

Adeus 2008.
Bem vindo 2009.

Foto: Sérgio Leone e Enio Morricone - parceiros em vários "Westerns Spaghettis" (tema do programa de 21.01.2009).

Lançamentos em DVD

Ouça os lançamentos que chegam às locadoras nas semanas de Natal e Ano Novo.

com Max Cirne.

video

video

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

25 - Irmãos Coen


Conversamos sobre os filmes dos Irmãos Coen.
Os Coen sempre trabalharam juntos desde as primeiras experimentações com a câmera. São uma caso raro de direção à dois - que na prática sempre ocorreu, mesmo na época em que apenas Joel assinava a direção.

O último filme da dupla, "Queime depois de ler", está nos cinemas em várias cidades do Brasil e em breve estará chegando em DVD.
O filme anterior, "Onde os fracos não tem vez", venceu o Oscar 2008 (talvez como um prêmio por toda a carreira dos Coen, que contém filmes importantes como "Barton Fink" e "Fargo").

O programa já está à disposição na barra ao lado.
Esperamos que gostem.
Na foto John Malkovich em "Queime depois de ler".

Michael Kerr - Talk Show Host (Romeu e Julieta)

video

Qual é a sua trilha? 25.

Michael Kerr pediu "Romeu e Julieta".

"Talk show host" - Radiohead.

Fundo Setorial do Audiovisual e edital para animação

"Hoje temos dois assuntos para Legislação e Políticas Culturais.
O Presidente Lula e o Ministro da Cultura, juntamente com várias outras autoridades ligadas ao setor cultural, lançou no dia 4 deste mês o Fundo Setorial do Audiovisual.
É a primeira medida para a setorização do Fundo Nacional de Cultura. Como já falamos neste quadro, o Fundo foi criado pela Lei Rouanet com verba proveniente de diversas fontes de renda para atuação direta do Estado em Cultura.
Agora o Governo põe em prática a idéia de setorizar a administração do Fundo. O Fundo setorial do Audiovisual foi o primeiro de cinco que serão criados. Os próximos serão: Artes, Livro e Leitura, Patrimônio e Acesso, Cidadania e Diversidade.
Ao que tudo indica, a administração dos recursos ficará mais especializada. Mas a eficácia da setorização só poderá ser medida com o passar do tempo. Ao longo de 2009 já poderemos observar algumas respostas.
Outro tema do quadro de hoje é um edital encabeçado por vários órgãos para produção de curtas em animação. Na primeira etapa serão 18 projetos contemplados com 110 mil reais.
Mas o mais legal está na segunda fase: os curtas produzidos com o incentivo da primeira etapa serão exibidos na Rede Pública de Televisão e será feita pesquisa com telespectadores para avaliar as duas animações com melhor receptividade entre o público.
Os produtores dos dois curtas mais destacados receberão 950 mil para produzirem um série de 12 episódios, que também será exibida na Rede Pública de Televisão.
Pra quem trabalha com Animação, está aí uma boa oportunidade. Para mais informações acesse o site: animatv.cultura.gov.br.
O texto integral deste quadro estará no blog www.trilhasdocinema.com.br.
Um abraço e até a semana que vem com mais um “Legislação e Políticas Culturais”."

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Reprise

Pessoal... hoje e sábado (13.12) reprisaremos um dos programas anteriores.

O campeão de downloads:
edição nº4 - digitalidade audiovisual, com Guilherme Rosa e Michael Kerr.

Até a semana que vem.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

24 - Sessão da tarde

Você começou a gostar de cinema vendo a "Sessão da Tarde"?
Também tem um grupo de filmes que só viu nesta sessão?
E aqueles que você assistiu mas nunca ficou sabendo qual é o nome?

Fizemos um programa para lembrar dos bons (e dos maus - mas nem tanto) filmes da "Sessão da Tarde".
Foi um levantamento informal sobre os mais conhecidos, com informações aos ouvintes sobre alguns dos filmes mais clássicos, como "Quero ser Grande", estrelado por Tom Hanks.

Aliás, em "Quero ser Grande" tem uma famosa cena em que Tom Hanks e Robert Loggia tocam juntos num piano gigante. Quem lembra? (ou melhor, quem não lembra?).
Assista a cena clicando aqui.

Foi um bate papo bastante informal.
Esperamos que gostem.
O programa já está à disposição na barra ao lado.

Ju Recart - I feel good (James Brown)

video

Qual é a sua trilha? 24.

A Ju Recart pediu "I feel good", do James Brown.

Concessão de rádio e TV para parlamentares - possibilidade de proibição

A Subcomissão de Radiodifusão da Câmara dos Deputados preparou um relatório em que indica a necessidade de proibir a concessão de rádio e televisão para parlamentares.
Segundo o relatório, parlamentares não devem ser proprietários, controladores, gerentes ou diretores de empresas de radiodifusão.
A proposta se baseia no artigo 54 da Constituição Federal, pelo qual deputados e senadores não podem exercer as funções mencionadas em empresas concessionárias do serviço público.
O projeto propõe uma Emenda à Constituição com a proibição explícita de exercer essas funções em empresa de radiodifusão sonora e de sons e imagens. A emenda seria dirigida a quem esteja investido em cargo público ou no gozo de imunidade parlamentar.
A dificuldade de aprovação é justamente porque boa parte dos parlamentares não tem interesse em aprovar proposta de restrição quanto aos meios de comunicação. É um exemplo típico de que a votação restringe direitos da própria classe. Nesses casos, mais do que nunca, a pressão tem que vir de fora – a sociedade exigindo uma atitude dos membros do Congresso.
Quem quiser acompanhar o caso pode acessar o portal "Congresso em Foco".
O texto deste artigo vai estar à disposição no blog do programa: www.trilhasdocinema.com.br.
Um abraço e até a semana que vem no quadro “Legislação e Políticas Culturais”.